América Invertida, desenho de Joaquín Torres García, feito em 1943. Fonte: Wikimedia Commons. Acesso em: 03/07/2021.

Trata-se de roteiro da análise de “América Invertida”, desenho de Joaquín Torres García feito em 1943.

Imagem como fonte histórica

O roteiro, elaborado pelo Prof. Dinair Andrade da Silva, é dividido em 4 tópicos principais. Os dois primeiros tópicos abordam o entorno da imagem e ela própria. O terceiro tem como objetivo uma discussão acerca da importância da imagem como fonte histórica. E, finalmente, o quarto trata de uma apreciação crítica do trabalho realizado pelo estudante.

Nesta linha de raciocínio, entende-se que, muito mais que um texto escrito, a imagem enseja infinitas leituras, sugeridas pelas relações entre os seus elementos constitutivos. Ler uma imagem significa, portanto, compreender, interpretar, decompor, apreender, descrever, selecionar, reconstruir…

Proposta: leitura e a apreensão de imagem como objeto a ser examinado.

Roteiro

Desenvolva cada um dos tópicos listados ao lado.

  1. Construa uma breve síntese da vida de Joaquín Torres García.
  2. Sintetize o contexto histórico vinculado ao autor e a esta obra específica.

Vamos primeiramente refletir:

Muito mais que um texto escrito, a imagem enseja infinitas leituras, sugeridas pelas relações entre os seus elementos constitutivos. Ler uma imagem significa, portanto, compreender, interpretar, decompor, apreender, descrever, selecionar, reconstruir…

A seguir, consideraremos três etapas necessárias para a análise da imagem:

  1. Arrolamento do que se vê: Identificação do trabalho (título, autoria, data da elaboração, local onde se encontra, material utilizado, finalidade com que a imagem foi feita e linguagem plástica), aspecto da representação (abstrata, figurativa, grotesca…), tipologia da imagem (plana, vertical, quadrada, horizontal, triangular; registrar eventual presença de alguma inscrição…), uso das cores (escuro, claro, fosco, brilho…).
  2. Desconstrução da imagem: observar relações entre os elementos formais descritos; como eles se interagem; como se influenciam mutuamente; como se dispõem no desenho; atentar para as conexões de cor, formas, volume, tamanho, espaço; as características visuais mais importantes devem ser consideradas.
  3. Compreensão da figura: fase em que todas as observações são sistematizadas, visando formar o convencimento do analista; categorizadas, em busca de um sentido para a imagem; articuladas, para a apreensão de sentimentos e sensações coletados; organizadas, procurando identificar distintos simbolismos; resumindo, trata-se do momento em que o sentido e o significado da imagem são decididos pelo estudante.

Com base em todas as reflexões e atividades desenvolvidas até aqui:

  1. Situe esta obra no lugar ocupado pela América Latina no quadro de suas relações com os Estados Unidos, no período compreendido entre 1933 e 1945.
  2. Discuta o significado deste desenho no âmbito das transformações culturais da América Latina na primeira metade do século XX: busca das raízes (Movimentos Modernistas), por um lado; e a norte-americanização da cultura (Hollywood, Blues, Rock and Roll), por outro.

Avalie, circunstanciadamente, o trabalho que você desenvolveu em função do roteiro proposto e do conhecimento eventualmente adquirido.

Download da Fonte e do Roteiro

Autor: Prof. Dr. Dinair Andrade da Silva

Elaborado com base em: “América Invertida”. Autor: Joaquín Torres García. Data: 1943. Desenho a caneta e tinta. Localização: Museo Nacional de Artes Visuales, em exibição no Museo Municipal de Bellas Artes Juan Manuel Blanes, na qualidade de obra emprestada, desde os meados dos anos 1970, Montevidéu, Uruguai.

Como citar este post: SILVA, Dinair Andrade da. Roteiro de análise de fonte primária – América Invertida. In: Histórias das Américas. Disponível em: https://historiasdasamericas.com/america-invertida/. Publicado em: 21/09/2021. Acesso: [informar a data de acesso].